Twitter Facebook Google+ Vimeo YouTube Pinterest Dribbble

Illustrator – Variables

Já imaginou ter que criar 50 crachás diferentes, sendo que os dados todos estão em uma planilha Excel? O painel Variables do Illustrator está aí pra ajudar a automatizar esse tipo de tarefa. Na verdade, qualquer situação que envolva geração de artes baseadas em dados variáveis. Nesse vídeo, eu exemplifico o uso das variables pra gerar um conjunto de cartões de visita, que seguem um template e têm elementos de texto e imagem linkadas como variáveis.

Eu mostro no vídeo esses dois tipos de variáveis, mas o Illustrator também aceita variáveis tipo gráfico e booleano (visibilidade do objeto). Nas declarações do XML eles ficam assim:

<variable varName="Grafico" category="&ns_graphs;" trait="graphdata"></variable>
<variable varName="Booleano" category="&ns_vars;" trait="visibility"></variable>
<variable varName="Imagem" category="&ns_vars;" trait="fileref"></variable>
<variable varName="Texto" category="&ns_flows;" trait="textcontent"></variable>

O conversor CSV – AiXML está aqui: http://joaofaraco.nfshost.com/conversor/

  • João Guilherme

    Muito completo o vídeo, parabéns. Fazia isso muito tempo atrás, gerando um pdf para impressão a partir de um CSV usando o Corel hahaha

    Semana passada tive que fazer isso no Illustrator e fiz a mão… uns 50 cartões… Chegou um pouquinho atrasado esse vídeo, mas valeu, conhecimento importante.

    Obrigado, abs!

  • Faltava um tutorial desse. Já usei variáveis no InDesign porque não sabia fazer isso no Illustrator. Inclusive, o tutorial de inDesign foi indicado por você. Agora, porque não usar as variáveis do InDesign, já que lê arquivos CSV direto? No InDesign eu faria cada lado do cartão numa página e poderia até ter um arquivo só para todos os cartões, ficando só a necessidade de avisar a gráfica que a foto do verso é a página seguinte. A intenção da pergunta é apenas reunir experiências que nos levem a otimizar cada vez mais o trabalho. Como sempre, mandando bem nos tutoriais com linguagem simples e no melho jeito hands on. Parabéns!

    • É mais uma questão de preferência pessoal mesmo .. Eu uso o InDesign só pra projetos de diagramação de livros, documentos longos, etc. Coisas simples como cartões de visita eu faço no Illustrator, que além de ter uma ferramenta de edição de texto boa pra isso, permite editar outros elementos gráficos com facilidade.
      Mas isso pode ser perfeitamente feito no InDesign, sem muito esforço adicional. Não é um caso de preferência tão sério quanto de quem resolve criar um logo no InDesign, ou diagramar uma revista no Illustrator ! 😛

  • I arrived to your website after watching the tutsplus tutorial:
    http://vector.tutsplus.com/tutorials/tools-tips/quick-tip-data-driven-graphics-using-illustrators-variables-panel/
    and finding your awesome add to the Mr Data Converter application.
    Then i look at both tutorials i see that when you run the batch , the resulting files are missing their extension (.pdf) and this is also happening on my side when creating the “Save as PDF” action.

    How did you solve this issue?

    Thanks in advance for this tutorial and the contribution to the csv to xml converter.

    • Thanks for dropping by ! I actually never really worried about the missing extension .. It seems Illustrator doesn’t give an option for extensions in the Batch window, and if you override the actions’ Save command, it just saves the files as extentionless PDF’s. This shouldn’t be a problem, since you can open the files in Preview, Acrobat or even edit them back in Illustrator.

  • Roberto Briceno

    Yes, but may be it can be a problem when printing, some rippers doesn’t
    work as expected if you give them a file without extension.

    Whatever, i have found a solution that “closes the circle” when working with variables and automation in Illustrator 🙂

    Just
    open Bridge and browse to the folder where you have all your processed
    files, select them all, right click and “batch rename”.

    When you are there it is pretty obvious what you have to do.

    Now you can take your files and sen them directly to your printshop without having to explain the extension-less pdf’s!

    By the way, sorry i didn’t came earlier, i’m not receiving Disqus follow ups :-s. Have a great day.

  • Jackes Araujo

    Parabéns João, muito bom o material!

  • Wow, excelente João, me salvou algumas horas de trabalho hoje, e várias horas de retrabalho se meu diretor me solicitar alteração na arte =)

  • Kleber

    Funcionou. Obrigado.

  • Ed Cruz

    Olá, João

    Como disse no vídeo, esse recurso é uma “mão na roda”. Se tiver 10 funcionários, pode-se gerar facilmente os 10 cartões. Mas, 10 cartões em arquivos diferentes encareceria um processo de produção, não?

    Pergunto então, como faria para usufruir do recurso ao mandar para a gráfica, fazendo com que esta utilize somente o arquivo modelo e a quantidade solicitada para os 10 funcionários seja impressa variando os dados por meio do arquivo XML?

    Obrigado pelos esclarecimentos!

    Ed

  • Andocides Bezerra

    João, tentei realizar esta tarefa no Illustrator CC mas não deu certo. Fiz algo de errado ou para o CC não funciona?

  • John Alfredo Barros

    Bom dia João. O teu conversor não tem funcionado comigo. O .ai diz que o .xml é inválido. 🙁 . ps.: Parabéns pelo trabalho.

    • Lucas

      Crie a primeira coluna numericamente, verifique se no arquivo tem caracteres especiais como #$%*, que provavelmente irá funcionar

  • Ericson Santos

    Genial. Valeu muito João. Baita mão na roda!

  • Juliana Macedo

    eu já consegui fazer isso com teu tutorial, mas sempre tenho o problema que, enquanto tem nomes repetidos e (as vezes) acentos nos nomes, não consigo importar o arquivo xml… dicas? obrigada pelo tutorial! salva vidas 🙂

  • Eduardo Gonçalves

    Ola Joao, obrigado pelo tutorial cara, excelente material. Eu encontrei apenas um problema, quando eu vou importar meu “xml” para o illustrator, ele da uma mensagem de erro dizendo: “the incoming variable library is invalid”. Estou esquecendo alguma coisa?

    Obrigado

    Ps: Estou usando o TextWrangler como editor the texto.

    • andre soares

      estou com o mesmo problema, você já conseguiu resolver?

      • Dello Batista

        eu também

  • Felipe

    Olá João, primeiramente muito obrigado pelo tutorial esclarecedor, funcionou muito bem.
    Porém, fico com a seguinte dúvida, estou fazendo um catálogo de produtos, onde tenho vários produtos numa única página com variações de nome, tamanho, quantidade e cód. do produto. Ou seja, quando faço o procedimento de exportação, com um grupo de dados para cada arquivo funciona bem, mas quando tento aplicar vários grupos num único arquivo, não funciona muito bem. Tem alguma noção do que possa ser feito para resolver este problema?
    Abraço

    • Hmmm esse fluxo funciona melhor pra quando você tem um único template no arquivo, e vai gerar as diversas instâncias variando os dados desse template. Talvez você possa fazer isso com o seu template de produto, gerando arquivos separados de cada produto, e depois você importa esses arquivos em um documento onde precisa ter todos juntos. Seria isso ?